↑ Voltar para Pinípedes

Otariidae

Otariidae

Características Gerais

Os otariidae possuem orelhas externas. Sua pelagem é curta e grossa. As nadadeiras posteriores podem ser projetadas para a frente, embaixo do corpo, o que facilita seu movimento em terra. Possuem dimorfismo sexual.

Otaria flavescens (leão-marinho-do-sul)

Características Físicas

Os animais desta espécie tem corpo robusto, com focinho curto e largo, voltado para cima nos machos adultos. A espécie apresenta uma única camada de pêlos grossos. Nas fêmeas, o pelo é pardo amarelado e nos machos varia de marrom escuro, quase negro, a marrom claro. O leão-marinho recebe esse nome pela presença de pelos mais longos na região do pescoço nos machos adultos, parecendo uma “juba”. Os machos atingem tamanho máximo entre 245 e 266 cm  e pesam entre 200 e 350 Kg. As fêmeas são menores, e alcançam entre 200 e 204 cm e até 144 kg. A espécie atinge entre 18 e 20 anos de longevidade.

Distribuição geográfica e hábitat

O leão-marinho é uma espécie que habitualmente vive em profundidades menores que 50m. A espécie distribui-se pela região costeira de ambos os lados da América do Sul, agrupando-se em locais rochosos. No lado Atlântico, a área mais ao norte com agrupamentos desta espécie é o sul do Brasil, alcançando até a Terra do Fogo e continuando ao norte pelo Pacífico até 4o S no Peru. A população desta espécie foi estimada em 275.000. No Atlântico Sul, colônias de reprodução ocorrem ao longo da costa do Uruguai, Argentina e Ilhas Malvinas.

Links externos

Arkive

Encyclopedia of Life

World Register of Marine Species – WoRMS

Mapa de distribuição global da espécie

Arctocephalus australis (lobo-marinho-do-sul)

Características Físicas

Possui corpo delgado, com coloração variando de negra a marrom, com tons cinza prateados. O ventre é ligeiramente mais claro. Possui focinho fino e pontudo, pelagem dupla, com pêlos escuros e grossos e, abaixo destes, pêlos superficiais mais curtos, claros e macios, semelhantes a uma penugem. A espécie possui nado característico, extremamente ágil ao subir e descer as ondas, próximo à superfície da água. Os filhotes da espécie emitem um som alto e estridente. O tamanho máximo é de 1,89 m para machos e 1,43 m para fêmeas. Os machos pesam em torno de 159 kg e as fêmeas, em torno de 48,5 kg.

Distribuição geográfica e hábitat

Distribui-se pelo continente sul-americano, desde o sul do Brasil (Torres – RS), no Oceano Atlântico, seguindo pelo Pacífico até o norte de Lima, no Peru. Ocorre também nas Ilhas Malvinas. A população da espécie foi estimada em 321.000 exemplares.

Links externos

Arkive

Encyclopedia of Life

World Register of Marine Species – WoRMS

Mapa de distribuição global da espécie 

Arctocephalus tropicalis (lobo-marinho-subantártico)

Características Físicas

Pode ser identificado pela coloração de sua pelagem pardo-amarelada no peito, garganta e face  apresentando também uma mecha de pêlos no alto da cabeça, semelhante a um topete. Os machos dessa espécie podem alcançar 195 cm de comprimento e pesam em torno de 165kg, enquanto as fêmeas atingem 145 cm de comprimento e pesam em média 145kg.

Distribuição geográfica e hábitat

Utiliza habitats de fácil acesso pelo mar, protegidos por rochas para formar suas colônias. Possui ampla distribuição no Hemisfério Sul. Ocorre nas ilhas oceânicas situadas ao norte da Convergência Antártica. Pode ser encontrado nas ilhas de Tristão da Cunha, Gough, Prince Edward, Marion, Amsterdam e a Ilha de St. Paul, reproduzindo, ocasionalmente, nas Ilhas Crozets na costa sul africana, Ilhas Macquarie e Geórgia do Sul. As maiores populações dessa espécie são encontradas nas Ilhas Gough, Prince Edward e Amsterdam.

Links externos

Arkive

Encyclopedia of Life

World Register of Marine Species – WoRMS

Mapa de distribuição global da espécie