Pinípedes

Características Físicas

Os pinípedes constituem um grupo de mamíferos carnívoros aquáticos adaptados à vida aquática, mas que ainda possuem capacidade de ocupar o ambiente terrestre. O termo “pinípede” decorre do formato dos membros anteriores e posteriores dos animais, os quais são constituídos por nadadeiras (pina = pena; podos = pés) com dedos compridos e unidos por membranas. Apresentam corpo fusiforme coberto de pêlos, que são anualmente renovados. O orifício respiratório está localizado na região usual dos mamíferos terrestres, na ponta do focinho. As orelhas podem ou não estar presentes. A cauda é reduzida, não parecendo exercer função.

Distribuição geográfica e hábitat

Coletivamente, podem ser encontrados em todos os oceanos do mundo, embora sejam mais numerosos, tanto no número de espécies quanto no tamanho populacional, nas águas frias das regiões Ártica e Antártica. São carnívoros, alimentando-se em geral de peixes, crustáceos e outros animais marinhos.

O grupo está classificado dentro da ordem Carnivora, se constituindo de duas famílias: Otaridae (lobos e leões-marinhos) e Phocidae (focas e elefantes-marinhos). No Brasil há registros da ocorrência de ambas as espécies, mas com predominância da família Otaridae. A família Phocidae costuma ocorrer em regiões mais frias, tem presença apenas ocasional em águas brasileiras.

Serão listados no site apenas as espécies com maior frequência de ocorrência.

Para maiores informações sobre as famílias clicar nos links abaixo:

Família Otaridae

Família Phocidae

Otariidae

Otariidae Características Gerais Os otariidae possuem orelhas externas. Sua pelagem é curta e grossa. As nadadeiras posteriores podem ser projetadas para a frente, embaixo do corpo, o que facilita seu movimento em terra. Possuem dimorfismo sexual. Otaria flavescens (leão-marinho-do-sul) Características Físicas Os animais desta espécie tem corpo robusto, com focinho curto e largo, voltado para cima …

Ver página »

Phocidae

Prochidae Características Gerais Os phocidae não possuem orelhas externas. Sua nadadeiras posteriores não podem ser projetadas para a frente, ficando esticadas quando se encontram em terra. Possui variação de dimorfismo sexual. Mirounga leonina (elefante-marinho-do-sul) Características Físicas Apresenta um corpo grande e robusto, apresentando uma modificação no lábio superior, semelhante a uma tromba, mais desenvolvida nos …

Ver página »