↑ Voltar para Mustelídeos

Lutrinae

A subfamília Lutrinae engloba as lontras, que tem hábitos semi-aquáticos. Existem seis gêneros de lontras com um total de dezoito espécies que se dispersam desde a América do Norte à America do Sul, Europa e Ásia. No Brasil, ocorrem duas espécies: a ariranha (Pteronura brasiliensis) e a lontra (Lontra longicaudis).

Lontra longicaudis (lontra)

Características Físicas

A espécie possui um corpo alongado e esguio, com aparência cilíndrica, pernas curtas e membranas interdigitais entre os cinco dedos dos pés, que garantem maior velocidade durante o nado.  A cauda é longa em comparação com o corpo e possui musculatura bastante flexível, sendo mais grossa na base afinando até a ponta. É importante para dar direção e equilíbrio durante o deslocamento e realizar manobras na água. O comprimento da cauda fica entre 30 e 55 cm e o peso do animal pode variar de 4,5 a 15 kg, dependendo da idade. Também apresenta dupla pelagem, importantes para a impermeabilização e manutenção da temperatura corpórea.

Distribuição geográfica e hábitat

Ocorre desde o México por toda América Central e do Sul até o norte da Argentina. O habitat principal são áreas marginais a rios, lagos e lagoas, além de ambientes marinhos, manguezais e estuários. Ambientes aquáticos são utilizados principalmente para o deslocamento, mas precisam ser bem preservados para se abrigarem.

Links externos

Arkive

Encyclopedia of Life

Mapa de distribuição global da espécie

 

Texto elaborado com contribuição do Projeto Lontra do Instituto Ekko Brasil